ELAS

Ela está em quase tudo que eu vejo,
Ela está sempre, de forma silenciosa, a me ajudar.
Ela me usa, ela me ilude, e me confunde,
É severa, é linda, e é sincera. Ela está.

Ela faz com que as luzes se acendam, e me faz ascender.
Ela é incrível, ela é chata, ela é pouco e, ela, são muitas.
Ela sabe, ela se esquece de me esquecer, não quer nem saber.
É uma fera, é um mostro, é uma bruxa. Ela está.

Ela está em quase tudo o que eu sinto.
Ela é uma mentira, é verdade, ela não é.
Ela passa e tudo fica, ela é tudo, ela é dita, e ela é feita.
É uma tarde, é uma noite, é um dia inteiro. Ela está.

Ela faz o mesmo barulho do vento.
Ela é um sol, é uma lua, é um lugar nenhum.
Ela é a nuvem e logo se desfaz, é efêmera.
É a dúvida dividida, é a vida, é a resposta. Onde ela está?

Fernando Fortuna

Publicitário, escritor, cineasta, músico. Pois bem, amante das artes e dos movimentos filosóficos da alma. Noite Literal é o meu quintal celestial. É neste espaço que pretendo trocar energias com você.

Leia também

COMENTE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *