Feliz Ano Velho – Marcelo Rubens Paiva

Era dezembro de 1979, eu iria passar pelo meu primeiro natal. Foi nessa época que Marcelo Rubens Paiva sofreu um acidente num lago as margens da Rodovia dos Bandeirantes.
Em 1982 foi lançado Feliz Ano Velho.
Cara, é muito divertida a forma que ele encara a vida. Existe humor enquanto Marcelo conta, durante seu período de recuperação, momentos de sua infância, juventude, seus casos amorosos e suas tragédias.
Um dos relatos mais tensos é sobre o período repressor da ditadura militar. Seu pai, o deputado federal Rubens Beyrodt Paiva, é levado de dentro de casa por seis militares e desaparece.

Novamente o país está as margens de um golpe de estado, e essa leitura se faz atual, pois os anos velhos estão voltando. Por isso essa é a dica de leitura para o fim de semana.

Acompanhado de uma fatia de panetone fica mais gostoso. (E pode substituir por chocotone? Eu não gosto de frutas cristalizadas.) Não, não pode.

Ótima leitura e um bom fim de semana.

 

 

 

Fernando Fortuna

Publicitário, escritor, cineasta, músico. Pois bem, amante das artes e dos movimentos filosóficos da alma. Noite Literal é o meu quintal celestial. É neste espaço que pretendo trocar energias com você.

Leia também

COMENTE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *