MEU AMOR, QUE MAU HUMOR

Gostoso mesmo é acordar quando a gente quer, é claro que você vai me dar a razão.
Deve haver algum estudo de um renomado professor com sua brilhante equipe de pesquisadores renomados, em Cambridge, que comprove o que eu estou dizendo. Eu não conheço, mas tem. Tem sim.

Pode reparar: gente que ri, acorda quando quer acordar. Gente com a pele bonita, saudável, disposta, gente que faz tudo que gosta, acorda quando quer acordar.
Olha o exemplo bobo que eu vou dar: Os gatos tem aquela calma toda, porque eles acordam quando querem acordar.

Então, gente famosa, rica e poderosa, que come mamão com mel, que, quando morrer, vai para o céu, gente que faz tudo com calma, que respira, e que caminha devagar, gente assim, é gente que acorda quando quer acordar.

O último objeto de tortura, ainda usado contra a raça humana, é o despertador.
E dizer: -“Meu amor, que mau humor”. – é tudo que você tem para me refutar?

Fernando Fortuna

Publicitário, escritor, cineasta, músico. Pois bem, amante das artes e dos movimentos filosóficos da alma. Noite Literal é o meu quintal celestial. É neste espaço que pretendo trocar energias com você.

COMENTE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *