SOCIEDADE DAS RAINHAS ALADAS MORTAS

Era uma sociedade muito bem organizada, até o dia em que descobriram o facemiga, e a colônia toda morreu. Começou entre uns bitus e umas fêmeas aladas, quando bitus encontraram um caleidoscópio, e passaram a adorar seus micros reflexos, seus três milímetros ficavam ainda mais bonitos, então, algumas fêmeas aladas passaram a curtir, deixando likes de hormônios.  As jardineiras ficaram encantadas quando entraram no facemiga, lá elas pareciam ter  bem mais de um milímetro, e também desfrutavam da sensação maravilhosa daquele ambiente repleto de hormônio. No facemiga, todo mundo começou a se sentir saúva, e, de repente, todos eram rainhas. Trocaram a verdade dos jardins de fungos, tão essenciais para sua sobrevivência, por uma falsa sensação de aceitação hormonal.  E a colônia toda morreu no facemiga, aquele caleidoscópio gigante, acreditando que eram todos rainhas saúvas aladas.

Fernando Fortuna

Publicitário, escritor, cineasta, músico. Pois bem, amante das artes e dos movimentos filosóficos da alma. Noite Literal é o meu quintal celestial. É neste espaço que pretendo trocar energias com você.

Leia também

COMENTE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *